terça-feira , 12 de novembro de 2019

Angélica a Marquesa dos Anjos

AngélicaAngélica, a Marquesa dos Anjos é uma coleção de filmes franceses, de aventura e romance com fundo histórico de 1964, dirigido e roteirizado por Benard Borderie, baseado nos livros de Anne e Serge Golon. Estrelado por Michèle Mercier, Robert Hossein e Giuliano Gemma. Música de Michel Magne.

Angélica, a Marquesa dos Anjos (1964) – Angélica, filha de um nobre arruinado, é forçada a se casar com o desconhecido Joffrey de Peyrac, a quem ela despreza por causa de sua fama. No entanto, ela começa a amá-lo e os dois desfrutam de um casamento muito feliz, que é ameaçado por perseguições políticas e religiosas contra ele.

A Maravilhosa Angélica (1965) – Depois que seu marido foi executado por ordens de Louis XIV, Angélica se refugia entre os mendigos e ladrões de Paris. Ela está determinada a recuperar seus filhos e sua posição, mas possui muitos inimigos. Seu pior inimigo é o irmão do rei. Felizmente, Angélica também possui admiradores que estão dispostos a arriscar tudo por ela. Entre eles, estão um amigo de infância, Nicolas, e um poeta, Claude Le Petit, cujos escritos escandalizaram a corte real.

Angélica e o Rei (1965) – Depois que seu segundo marido, Philippe de Plessis-Bellières, foi morto em uma batalha, Angélica se retira da vida na corte para cuidar de seus filhos. No entanto, sua reclusão é de curta duração. O rei da França, Luís XIV, a convoca para cumprir uma missão essencial para o país: seduzir o embaixador persa e persuadí-lo em assinar um pacto vital com a França. Angélica se mostra relutante, mas o rei em troca oferece-lhe restituir o espólio de seu primeiro marido.

Angélica_Coleção__12094_zoomA Indomável Angélica (1967) – Depois que soube que seu primeiro marido, Joffrey de Peyrac, ainda está vivo, tendo escapado da execução, Angélica se dirige ao sul da França para procurá-lo. Sua busca a leva para uma ilha remota, onde ela conhece Vivonne, um nobre que foi enviado pelo rei Louix IV para trazê-la de volta a Versalhes. Angélique coage Vivonne em levá-la para Marselha em seu navio. No caminho, o navio é atacado por piratas.

Angélica e o Sultão (1968) – Mal se reencontra com o primeiro marido, Jeoffrey de Peyrac, Angélica é seqüestrada por mercadores de escravos. Levada para Argel, é comprada para o harém de um sultão do Marrocos. Jeoffrey está determinado a libertá-la a qualquer custo.

Um comentário

  1. Há muito tempo sou fã da série “Angélica”, de Anne Golon, e este ano traduzi para o português um site tcheco sobre a obra. É um site bastante completo, com muitas informações interessantes sobre os personagens, locações, filmes, que explora muito bem o universo da história. Também tem um fórum em português para quem quiser participar dos debates.

    URL: http://angelique.international/por_index.php

    Se quiser conhecer, com certeza vai gostar do resultado.

    Obrigada, um abraço.

    Janaina Vieira (RJ)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top